quarta-feira, 22 de abril de 2009

Eu Sou a Apatia do Jack.

A apatia é a falta de emoção, motivação ou entusiasmo. É um termo psicológico para um estado de indiferença, no qual um indivíduo não responde aos estímulos da vida emocional, social ou física. A apatia clínica é considerada depressão no nível mais moderado e diagnosticado como transtorno de identidade dissociativo no nível extremo. O aspecto físico da apatia se associa ao desgaste físico, enfraquecimento dos músculos e a falta de energia chamada letargia, que tem muitas causas patológicas também.

Fazem três dias que eu sonho com histórias com finais felizes, mas eu não sou o protagonista dela, é nesse momento que você percebe que seu ego foi pras cucuias, nem nos seus sonhos você é o cara que tem o final legal? Eu tou me sentindo como o Dawson, algumas situações batem e eu sinceramente não sei se me alegro ou me entristeço, já já algum amigo meu pega a professora.

Imagina viver em um seriado? Seria no mínimo interessante!

* começaríamos o dia com alguma música, que seria nossa "Theme Song", poderia ser uma canção produzida originalmente para o seriado ou alguma música de alguma banda que não fosse tão conhecida, se eu podesse escolher seria : "Ticket Outta Loserville" nada demais com a música, é só porque ela tem cara de abertura, mas acho que ficaria muuuuuuito Teen.

* tudo iria se resolver em 22 minutos, se não, eu só saberia dos finalmentes, o desenrolar do problema não iria aparecer, na outra semana eu ia aparecer com tudo resolvido.

* todos os momentos românticos seriam embalados por "Phantom Limb" do Udora e sempre haveria um.

*Dinheiro não seria um problema, talvez em um episódio, mas logo logo tudo se resolveria, eu nunca iria trabalhar mas sempre haveria dinheiro, talvez, pelas primeiras 8 temporadas ninguém nem soubesse o que eu fazia e isso viraria uma piada recorrente na série (vide Chandler de Friends).

*haveria risadas, mesmo que você tivesse feito a piada mais maldosa do mundo, que tenha sido o humor negro mais nigeriano haveriam risadas, quando acontecesse algo muito bom haveria aplausos, vaias em momentos ruins e uns "uhhhhhhhhh" quando fosse necessário.


Quem disser que :

a ) Na vida sempre há uma platéia, é só você parar pra ouvir os aplausos.
b ) As coisas seriam muito fáceis, a vida é feita de aprendizado.
c ) Com grandes poderes vem grandes responsabilidades.
d ) Eu sou seu pai, Luke!

eu xingo, sério mesmo.

* E por último e não menos importante, na verdade o principal, todos teriam seus "Happy Endings" até aqueles personagens que a audiência não gostou e são cortados e aqueles que pediram que o cachê fosse maior só porque fizeram alguma ponta no filme do Woody Allen.

That's All Folks.



Vinícius D'Luca é estudante de jornalismo e anda assistindo muitos seriados como Chuck, Big Bang Theory, Heroes e Supernatural.

3 comentários:

Priscila disse...

Se eu vivesse em um seriado, seu nome seria VDM.

xacnmx disse...

Ah se isso se tornasse realidade, seriados ... Fugere Urbens diários. Tamo junto nesta apatia amigo :~

lucasgomesz disse...

Para todas as ocasiões uma trilha sonora se encaixa, trazendo uma boa sensação... ou má.